Um tornado? Um furacão? [2]

Quem acredita sempre alcança.

(da canção Mais uma Vez, de Renato Russo)

Depois de muita insistência do leitor Caio Barros (eu enchendo a boca pra falar leitor, mas ele é um dos amigos assíduos ^^), nada mais me resta além de vir aqui alterar um dos textos recentemente publicados.

Falo da postagem “Um tornado? Um furacão?”, cujas fotografias – de fevereiro último – teriam sido tiradas no bairro de Ponta Verde.  Caio diz reconhecer o prédio que aparece em uma das fotos e é enfático: “Isso é na Jatiúca!”.

Pois bem, Caio fez pesquisa no Google Maps e até me pôs para conversar com uma moradora do bairro, que afirmou que o tal prédio da foto ficaria no quintal da casa dela, “na Jatiúca”. Ela ainda foi um pouco mais tolerante que o amigo: “Isso é normal…todos confundem.. ‘é tudo praia’, dizem..”.

Mas diante de um “leitor” tão atento, não tenho como não ceder. As fotos foram tiradas na orla de Maceió, mais precisamente no bairro de Jatiúca.

😉

Veja as fotos!

Anúncios

Um Tornado? Um furacão?

Um mágico está falando à câmera. Mais um pouco e descobrimos que ele é o diretor. Mais um pouquinho e vemos que ele também é ator. Tudo isso é uma composição cinematográfica. Ficção? Não? Documentário? Nenhum dos dois, ou seria os dois?

(Resenha crítica da estudante de Jornalismo Ariana Maurício, sobre o filme F for Fake, de Orson Welles)

seria um tornado?

Tirei essas fotos no último mês de fevereiro, enquanto cobria uma pauta como estagiária em fotojornalismo da Secretaria Municipal de Comunicação de Maceió.

A formação das nuvens na orla da Ponta Verde me fez deixar a pauta de lado por um momento..

seria um tornado?______________________________________________________________________

Veja também: Putz!