Putz! vira categoria

Ulálá!! Vamos usar uma frase super chique agora…

A pedidos… o Putz! deixa de ser uma página à parte e passa a ser uma categoria dos posts do Cassilda. Isso mesmo! Agora fica mais fácil e rápido ter acesso às gafes dos jornalistas e estagiários das Alagoas.

Seguem as publicações antigas, que jamais devem ser perdidas nessa migração. Além disso, é ótimo relembrá-las. Confira!

_________________________________________________________________________

Há quanto tempo ele mama?

Há quanto tempo ele mama?E pra começar a coluna com o pé esquerdo, vai uma historinha do jornalista Davi Soares, logo no início da carreira, há cerca de três anos.

Recém-formado, Davi trabalhava como repórter em um programa de tv voltado para a área de saúde, transmitido por uma emissora local. Certo dia, o jovem jornalista saiu da redação com a incumbência de cumprir uma pauta sobre aleitamento materno e, claro, entrevistar alguma mamãe.

Imaginem que a pobre genitora, com seu filhinho de seis meses nos braços, depois de aceitar dar a entrevista para o repórter em questão, foi obrigada a ouvir o seguinte disparate: “Há quanto tempo ele mama?”.

Putz, Davi! O menino não era nenhum taturana e a mamãe não era o Janderlyer, né? Bom, dizem as más línguas que essa senhora até hoje olha para o microfone tentando encontrar alguma resposta à altura para o repórter..

(A história acima é verídica e foi relatada pelo próprio Davi Soares, que hoje é repórter da editoria de Política do Jornal Gazeta de Alagoas. Pra você ver que o seu caso não está perdido..)

_________________________________________________________________________

Tem um bloquinho aí?

E quando a gafe é cometida por quem ainda freqüenta a sala-de-aula da graduação? Ah, por experiência própria, posso dizer que é de arrasar o coração, sentir o sangue do corpo se concentrar na cabeça e passar dias a fio, pensando no lamentável ocorrido.

Para quem quer que esteja se sentindo assim e, porventura, estiver dando uma passadinha aqui, vou contar a breve história do primeiro momento, do primeiro dia, do primeiro estágio de uma conhecida de algumas de nós. Coisa leve, só para começar a série. =)

Pois vejam. Nossa colega chegava na agência de notícias onde, a partir daquele dia, prestaria serviços de pauta, reportagem, fotografia e por aí vai – a gente já conhece a rotina de determinados (não raros.. não mesmo!) ambientes de trabalho.E agora?

Ela estava no segundo ano do curso de jornalismo e acabava de ter as primeiras lições básicas da prática profissional. Foi lá com a cara e a coragem. Chegou meio tímida, meio sem saber o que dizer, mas disse e foi contratada para um período de “teste”.

Terminado o papo com a proprietária da empresa, é apresentada para a jornalista responsável pelo turno, que, imediatamente, lhe repassa uma missão: fazer a cobertura de um evento da polícia militar.

Com toda a experiência que não tinha, lá ia nossa colega sair do recinto sem caneta ou qualquer pedaço de papel onde pudesse fazer anotações.

A jornalista pergunta: – Cadê o seu bloco de anotações?

A nova estagiária, sem pestanejar: – Esqueci em casa, pode me emprestar o seu? =S

Nem preciso dizer que ela não esperou o outro dia para comprar um bloquinho, não é?

(A história acima é verídica e foi relatada pela própria estagiária em questão. Mas… como o episódio foi recente, ela preferiu se poupar e não divulgar sua identidade rss)

Anúncios

Um comentário sobre “Putz! vira categoria

  1. Não é um comentario e sim uma dica de reportagem, como foi visto ontem no jornal nacional e em outras edições de jornais nacinais, questões do enem “vazaram”, no colegio COLÉGIO CHRISTUS, 10 dias antes da prova, porem como todos sabem as questões foram expostas na internet, todos tinham acesso, logo muitos outros colegios poderiam ter acesso, um exemplo claro disto são os colegios e cursinhos em maceió, CONTATO e COC, eu como aluno me sai muito bem na prova, principalmente neste perido de dias antes das provas, muitas questões e “DICAS MUITO CERTAS ” foram passadas para nois alunos, não tivemos questões IDENTICAS, mais muitas similares, principalmente na aria de Ciencias naturais e suas tecnologias. onde boa parte da prova entra 70 e 85% forão revisadas dias antes, um caso a se investigar.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s