Igualdade (?)

Se você quer promover um funcionário e tem que optar entre um branco heterossexual e uma negra lésbica, e esta última for uma funcionária melhor, o racismo, o machismo e a homofobia  recomendam a escolha do branco heterossexual. Mas o capitalismo prefere a negra lésbica.

(Texto de Walter Benn  Michaels, para a revista Piauí, de novembro de 2008)

Essa é daquelas postagens para ficar pensando, especialmente em época de vitória de presidente negro para nação superpotência. Argumenta o autor no texto: “Porque é a exploração, e não a discriminação, o principal produtor de desigualdade”.

Ainda: “É por isso que as vitórias (embora parciais) sobre o racismo e machismo representadas pelas campanhas de Obama e Hillary Clinton não são vitórias sobre o neoliberalismo, e sim do neoliberalismo: vitórias de um compromisso com a justiça que não faz nenhuma crítica à desigualdade, desde que seus beneficiários sejam e sexualmente diversificados”, diz o texto da página 56, da edição nº 26 da Piauí.

Longe de querer ser e – creio – longe de ser panfletária, essa é uma reflexão que vale a pena ser feita. Vi um vídeo no YouTube, recentemente, que fazia um paralelo entre o racismo de “antigamente” e o de hoje, tomando por base o carnaval de Salvador, supostamente a cidade onde impera a igualdade racial.

Fantástica a comparação feita entre os antigos navios negreiros e as atuais “cordas” de blocos carnavalescos puxadas por negros para proteger a elite branca que paga caro para se enfiar dentro das cordas. Mas quando voltei ao mesmo link, hoje, para postá-lo aqui, descobri que o vídeo – feito por um estudante baiano – havia sido retirado do ar, por “violar o termo de uso” do site.

Há um outro vídeo, no entanto, que deixo aqui para quem desejar ver. Não é tão bom quanto o primeiro, mas tá valendo.

Anúncios

3 comentários sobre “Igualdade (?)

  1. O que eu queria falar está bem expresso na citação do segundo parágrafo.

    A questão fundamental em disputa não é de cor/etnia/gênero/opção sexual, a questão radicular que funda toda a desigualdade é de classe.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s